Como aquecer sua Piscina

Entrar em uma piscina sem ter que se preocupar com a temperatura da água é algo bastante prazeroso, e além disso, torna a utilização da piscina muito mais agradável, incluindo os dias de verão não muito quentes ou o período de inverno.

Esta missão pode ser realizada através de aquecedores elétricos, aquecedores solares, trocadores de calor/bomba de calor ou aquecedores á gás. Cada um desses modelos irá desempenhar a mesma função, porém, com custos e maneiras diferentes.

O mais popular é o aquecedor elétrico. Pode ser ligando durante todo o ano, trabalha de forma bastante simples, sugando uma parte da água da piscina para um tanque de aquecimento, onde em seguida, a água já aquecida é bombeada de volta para a piscina. Este aquecimento constante torna possível a utilização da piscina quente durante a época do inverno. Este tipo de aquecedor pode ser encontrado facilmente no mercado,. Seu preço é considerado acessível, se comparado ao aquecedor solar, por exemplo. Seu consumo elétrico é de 24 KW/h, o que equivale a cinco chuveiros elétricos. O primeiro aquecimento realizado leva cerca de 24 horas para estar completo.

trocador de calor ou bomba de calor, conforme o nome já sugere, funciona da seguinte forma: retira o calor da atmosfera, transferindo-o para a água, que circula até a bomba. O primeiro aquecimento leva cerca de 36 horas para ser feito, porém seu consumo é bem menor do que o do aquecedor elétrico, apenas 3 KW/h conforme for a temperatura ambiente. Sua desvantagem é que durante o frio, demora mais para aquecer a água. Para conseguirmos obter a temperatura ideal, é necessário tomar alguns cuidados, como dimensionar o trocador de calor conforme a área de superfície e profundidade da sua piscina para não haver perda de aquecimento. Em casos de ambiente aberto, utilizar sempre uma capa térmica pode ajudar a manter a temperatura.

Já o aquecedor a gás, atua de forma precisa, mantendo a temperatura sempre igual, conforme desejada. Seu primeiro aquecimento leva cerca de 24 horas da seguinte maneira: através da queima do gás natural ou GLP uma serpentina é aquecida, onde a água passa e retorna a piscina. Seu consumo é equivalente ao de dois chuveiros à gás, consumindo cerca de 2,2 kg de gás por hora. Sua instalação pode se mostrar um pouco mais cara, pois necessita de um profissional habilitado, respeitando a norma técnica NBR 13.103.

Por último, temos o aquecedor solar, sua instalação pode ser uma das mais caras, pois necessita de profissionais especializados. Seu método de funcionamento age de forma onde as placas instaladas captam a energia proveniente do sol, transformando-a em calor. Este calor é repassado para a água, que circula entre as placas e o tanque. A vantagem deste método é o consumo de energia, que é zero. As placas devem estar voltadas para o norte, sendo este método o ideal para locais banhados por muito sol.

Estes diferentes tipos de aquecedores podem ser combinados entre si, conforme a necessidade de cada proprietário, aproveitando a qualidade de cada um. Para isso, basta analisar qual o melhor para a sua piscina, adequando orçamento à praticidade e necessidade.

Quer uma piscina aquecida? Clique aqui e entre em contato conosco que nós podemos ajudá-lo.

Deixe uma resposta