Profundidade ideal para piscinas

Confira nossas dicas e saiba como definir a profundidade da sua piscina antes de construir

Uma piscina exclusiva é o sonho de muitos. Ter um espaço para relaxar, praticar exercícios ou reunir a família e os amigos remete automaticamente a momentos agradáveis. Mas o que muita gente não imagina é que a profundidade da piscina pode gerar muita dor de cabeça.

A profundidade de piscinas residenciais, por exemplo, varia de 0,60m a 1,60m, de acordo com a demanda do cliente. “Atualmente, a maioria opta por piscinas com aproximadamente 1,40m de profundidade, que proporciona conforto quando as pessoas estão de pé ou também na prática de esportes e atividades aquáticas”, explica Rodrigo Miranda, diretor de Novos Negócios da SP Piscinas.

Há também a possibilidade de desenvolver um projeto com variação de profundidade, ou seja, com um lado raso e que gradativamente vai afundando até a outra borda. “Mas essas piscinas são cada vez mais raras”, enfatiza.

Como definir a profundidade da piscina?

Em caso de piscina residencial deve-se considerar o perfil dos usuários para evitar surpresas ou reformas após a entrega. É preciso levar em consideração a altura dos usuários e o tipo de atividades que serão praticadas na piscina. “Para a natação não é preciso ter grandes profundidades, mesmo se você for uma pessoa alta, assim como para a realização de atividades como o biribol, em que é necessário deixar parte do tronco e braços acima da linha d’água. Já para a prática do mergulho é preciso ter uma piscina com, pelo menos, 1,80m de profundidade”, destaca Miranda.

Lembre-se que o nível da água fica entre 10 e 15 centímetros abaixo da borda da piscina, influenciando na profundidade, e que a instalação de escadas facilita o acesso.

Alteração da profundidade depois da piscina pronta

É possível sim modificar a profundidade da piscina, mas com certeza não é um processo simples. A alteração do fundo da piscina exige uma mudança estrutural de profissionais especializados para evitar vazamentos, rachaduras e outros problemas futuros.

Ou seja, antes de construir ou reformar sua piscina, reflita sobre a utilização e o perfil dos usuários e, claro, conte com a expertise da empresa contratada para auxiliar nesta importante tomada de decisão quanto a profundidade de sua piscina.

Agora que você já sabe mais sobre a profundidade ideal, que tal desenvolver o seu projeto? Entre em contato com a equipe da SP Piscinas e torne o sonho de ter a sua própria piscina realidade .

Deixe uma resposta